Ray-ban: A História dos Óculos Aviador

Queridinho de celebridades, estrelas do rock e fashionistas, os óculos escuros estilo aviador têm uma das armações mais icônicas do mundo. Esse clássico, ganhou centenas de releituras com o passar dos anos e permanece atemporal.

Que tal saber um pouco sobre origem desse modelo? Vem comigo!

Tecnologia Militar

O modelo foi lançado em meados de 1936, após mais de dez anos de pesquisas pela Bausch & Lomb, empresa novaiorquina conhecida por produzir lentes de qualidade.

Isso à partir da necessidade de proteger os olhos dos integrantes da força aérea americana, que vinham sofrendo grande exposição aos raios solares durante as missões aéreas.

A ideia era criar um par de óculos que cobrisse totalmente os olhos dos pilotos, eliminando os clarões e pontos cegos aos quais eles eram submetidos ao comandar caças e helicópteros.

Chegada ao mercado

O modelo de óculos aviador começou a ser comercializado para o público em 1938. Originalmente sendo vendidos como produtos esportivos, porém já tinha todos os elementos para que se tornasse um clássico: as lentes em forma de gota, a armação de metal, somado a hastes finas e muito resistentes.

Mas foi no decorrer da década de 50, que os óculos aviador entraram para o radar da moda cool pela influência de astros da cultura pop e também da música. O ator Marlon Brando foi um dos maiores influenciadores do modelo, que junto com a camiseta branca, jaqueta de couro e jeans, viraram o combo mais clássico de todos os tempos.

O design os óculos estilo aviador tornou-se popular graças ao general Douglas MacArthur, em 1944, quando, durante a Segunda Guerra Mundial, foi fotografado usando o modelo na Filipinas, as imagens estamparam os jornais, e a logo a peça se transformou em acessório indispensável.

 Bettmann/Getty Images

Nos anos 1980

Os óculos Ray-Ban passaram por um revival graças ao filme Top Gun – Ases Indomáveis, onde o jovem fuzileiro naval Pete “Maverick” Mitchel (Tom Cruise) entra na escola Top Gun com o sonho de se tornar um piloto de caça. Numa rivalidade com Iceman (Val Kilmer) ele se envolve com Charlie Blackwood (Kelly McGillis). O filme é um clássico e o personagem de Tom Cruise imortalizou a peça.

Não é segredo que até os dias atuais, os óculos aviador são peça-chave no vestuário de inúmeras celebridades e fashionistas. Dá uma olhada nessa galera que não dispensa o mood descolado desses óculos:

Pra mim a única notícia não tão boa é que esse não é um modelo de óculos favorável a quem tem as bochechas proeminentes (meu caso!), visto que ele fica levantando quando a gente fala ou sorri, por exemplo.

Mas eu acho lindo e fico namorando esse modelo, todas as vezes que passo pelas vitrines das óticas.

E você já tem um Ray-ban Aviador pra chamar de seu?

2 thoughts on “Ray-ban: A História dos Óculos Aviador

  • julho 23, 2020 em 12:04 pm
    Permalink

    Adorei o post!

    Eu sempre achei o aviador um óculos cool mas sempre tive uma certa resistência em usá-lo, porém acho que vou dar uma chance e meu próximo óculos escuro será um deste, na cor mais ou menos daquele que a Jennifer Aniston está usando na foto 😉

    Bjs

    Resposta
    • julho 23, 2020 em 12:19 pm
      Permalink

      Oi Barbara,
      Se vc não tem a questão das bochechas “gordinhas” como eu, acho que vale super a pena sim. Vai ficar lindo! Se postar me marca que tô curiosa pra ver 😛
      Bjs

      Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: