Musical “Elza” no Teatro Sérgio Cardoso

MUSICAL ‘ELZA’ CELEBRA PRÊMIOS E INDICAÇÕES COM NOVA TEMPORADA NO TEATRO SÉRGIO CARDOSO

 Visto por 65 mil espectadores, espetáculo teve a aprovação irrestrita da homenageada

ELZA: 20 DE JUNHO A 14 DE JULHO – TEATRO SÉRGIO CARDOSO*
*Não haverá apresentações nos dias 04 e 05 de julho

Vencedor do PRÊMIO SHELL de Melhor Música (Pedro Luís, Larissa Luz e Antônia Adnet)

Vencedor do PRÊMIO REVERÊNCIA nas categorias Melhor Espetáculo, Melhor Direção (Duda Maia), Melhor Autor (Vinícius Calderoni) e Especial – Arranjos de Letieres Leite

Vencedor do PRÊMIO APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte) de Melhor dramaturgia (Vinícius Calderoni)

Vencedor do PRÊMIO CESGRANRIO nas categorias Melhor Direção (Duda Maia) e Categoria Especial – Elenco

Vencedor do PRÊMIO APTR nas Categorias Melhor Música e Melhor Produção

************************

A trajetória de Elza Soares é sinônimo de resistência e reinvenção.

As múltiplas facetas apresentadas ao longo de sua majestosa carreira foram o ponto de partida para o musical “Elza”, que estreou em julho no Rio de Janeiro, passou por outras cidades fará nova temporada capital paulista, no Teatro Sérgio Cardoso, após imenso sucesso popular e a aprovação irrestrita da homenageada.

A partir de 20 de junho, Larissa Luz, convidada para a montagem, e outras seis atrizes selecionadas em uma bateria de testes (Janamô, Júlia Tizumba, Késia Estácio, Khrystal, Laís Lacorte e Verônica Bonfim) sobem ao palco para celebrar o trabalho, o recém conquistado Prêmio Shell de Melhor Música, os dois prêmios CESGRANRIO (Melhor Direção – Duda Maia e Categoria Especial pelo Elenco), quatro troféus do Prêmio Reverência (Melhor Espetáculo, Melhor Direção, Melhor Autor e Categoria Especial) e o Prêmio da APCA de Melhor Dramaturgia.

Em cena, as atrizes se dividem ao viver Elza Soares em suas mais diversas fases e interpretam outros personagens, como os familiares e amigos da cantora, além de personalidades marcantes, como Ary Barroso (1903-1964), apresentador do programa onde se apresentou pela primeira vez, e Garrincha (1933-1983), que protagonizou com ela um notório relacionamento.

Com texto inédito de Vinícius Calderoni e direção de Duda Maia, o espetáculo tem a direção musical de Pedro LuísLarissa Luz e Antônia Adnet.

Além disso, o maestro Letieres Leite, da Orquestra Rumpilezz, foi o responsável pelos novos arranjos para clássicos do repertório da cantora, tais como LamaO Meu GuriA Carne e Se Acaso Você Chegasse.

O projeto foi idealizado por Andrea Alves, da Sarau Agência, a partir de um convite da própria Elza e de seus produtores Juliano Almeida e Pedro Loureiro.

SERVIÇO

Elza, de Vinícius Calderoni, com direção e Duda Maia

Teatro Sergio Cardoso – Rua Rui Barbosa, 153, Bela Vista
Temporada: 20 de junho a 14 de julho 2019 (exceto nos dias 04 e 05 de julho)
Quinta a sábado, às 20h; e domingos, às 17h 


Ingressos:

Quinta-feira (sessões populares)

Plateia VIP: R$80,00 (inteira) / R$40,00 (meia)

Plateia: R$60,00 (inteira) / R$30,00 (meia)

Balcão: R$30,00 (inteira) / R$15,00 (meia)

Sexta-feira e domingo:

Plateia VIP: R$120 (inteira) e R$60 (meia)

Plateia: R$100 (inteira) e R$50 (meia)

Balcão: R$50 (inteira) e R$25 (meia)

Sábado:

Plateia VIP: R$150 (inteira) e R$75 (meia)

Plateia: R$120 (inteira) e R$60 (meia)

Balcão: R$70 (inteira) e R$35 (meia)

Classificação etária: 14 anos.
Duração: 140 minutos.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: