“O Nome das Coisas” SP Escola de Teatro

Com dramaturgia e direção de Henrique Zanoni, O Nome das Coisas celebra os 100 anos de nascimento da poeta portuguesa Sophia de Mello Breyner Andresen

Protagonizado por Suia Legaspe, O nome da coisas, estreia na SP Escola de Teatro no dia 5 de julho. Projeto ainda conta com ciclo de debates sobre a homenageada.

Para marcar as comemorações ao centenário de nascimento de Sophia de Mello Breyner Andresen (1919-2004), considerada a maior poeta portuguesa, a Cia. dos Infames e a Cia. Dramática em Exercício apresentam o solo O Nome das Coisas, escrito e dirigido por Henrique Zanoni, que estreia na SP Escola de Teatro, no dia 5 de julho. O projeto conta com o ciclo de debates “Sophia e a Poética em Cena”, composto por quatro encontros que acontecem logo após as sessões de domingo.

As duas atividades integram a programação oficial de homenagens à poeta, que acontecem ao longo do ano em Lisboa (Portugal), Porto (Portugal), Roma (Itália), Rio de Janeiro (RJ, Brasil), Lagos (Portugal), Macau (China) e em São Paulo (SP, Brasil). O projeto paulistano foi contemplado no 1º Prêmio Cleyde Yáconis da Secretaria Municipal de Cultura.

Protagonizado pela atriz Suia Legaspe, o solo O Nome das Coisas é inspirado em contos, poemas e reflexões de Sophia de Mello Breyner Andresen, a primeira mulher a receber o Prêmio Camões de Literatura. Seus questionamentos e angústias são colocados em cena, em uma inquietante e incansável pesquisa sobre a condição ontológica do humano.

A encenação, de caráter intimista, dá continuidade à pesquisa da Cia dos Infames de mesclar elementos cinematográficos ao fazer teatral. Além disso, a Cia Dramática em Exercício contribui para a montagem com o seu hábil trabalho com textos literários e poéticos.

Em mais uma madrugada silenciosa, Sophia relembra fatos marcantes de sua vida –  como a amizade com os poetas brasileiros Murilo Mendes, Cecília Meirelles e, em especial, João Cabral de Melo ou sua participação política na resistência à ditadura de Salazar – enquanto ouve e dá vida às personagens e poemas que compõem sua obra.

Atravessando temáticas como a vida na cidade e sua dureza, a relação com a natureza e em especial o mar, as lutas dentro do processo criativo, o sentido político da escrita, a angustia e beleza de se levar uma existência poética, a amizade o amor e a santidade, o espetáculo aposta em uma proximidade com o público, convidando a todos para embarcarem em uma imersão na atmosfera e no pensamento da autora.

No jogo que se cria com as projeções, o universo, a atmosfera, os ambientes e as próprias possibilidades de leitura são multiplicadas. Essas
espécies de projeções-performances criam uma zona de indiscernibilidade, que
misturam ficcional e documental e literalmente multiplicam as Sophias que vemos e ouvimos.

SINOPSE

Atravessando o silêncio da madrugada, uma escritora ouve e dá vida à personagens e histórias que estão contidas no ar, enquanto relembra fatos marcantes de sua própria vida. Baseada na obra de Sophia de Mello Breyner Andresen.

SERVIÇO

O Nome das Coisas, de Henrique Zanoni

SP Escola de Teatro – Sala R1 – Praça Roosevelt, 210, Centro

Temporada: de 5 de Julho a 5 de Agosto

Às sextas, aos sábados e às segundas, às 21h; e aos domingos, às 19h*.

Ingressos: R$20 (inteira) e R$10 (meia-entrada)

Classificação: 12 anos

Duração: 60 minutos

Capacidade: 60 lugares

Informações: (11) 3775-8600

*Logo após as sessões aos domingos acontece o Ciclo de Debates Sophia e a Poética em Cena, dividido em quatro mesas temáticas.

Ciclo de Debates “Sophia e a Poética em Cena”

7/Jul – Num Mar de Sentidos: A poesia de Sophia no mundo contemporâneo – Com Paolo Pomo e Marici Salomão

14/Jul – A Política da escrita e a escrita política: escrever sob o fascismo – Com Eloisa da Silva Aragão e Silvia Gomez

21/Jul – A poesia na cena, a poesia em cena: apropriações e desafios –Com Micheliny Verunschk e Dione Carlos

28/Jul – O Ator-Poeta – Com Vivian Steinberg Milano e Eliana Teruel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: