Mitos sobre métodos de depilação

Principais mitos sobre depilação

Existem diversos métodos para remoção dos pelos, que vão desde a tradicional lâmina de barbear até os lasers, todos variando quanto ao período entre uma sessão e outra, dor e tempo necessário para a depilação.

A dermatologista Fernanda C. Pereira, explica o que é mito em relação aos efeitos da depilação para a saúde.
A DEPILAÇÃO COM LUZ PULSADA É DEFINITIVA.
MITO!
A depilação com luz intensa pulsada (IPL) reduz drasticamente a quantidade de pelo, afina e reduz a velocidade de crescimento.

São necessárias várias sessões de tratamento, com o número variando dependendo da tecnologia utilizada. A fotodepilação com IPL geralmente necessita de maior número de sessões e é considerada uma depilação prolongada, não definitiva.

A destruição completa do pelo só ocorre se o mesmo for atingido com uma energia adequada numa fase específica de crescimento. No entanto, não é qualquer pelo que tem boa resposta ao tratamento.

DEPILAÇÃO COM LUZ PULSADA PODE CAUSAR CÂNCER DE PELE.
MITO! 
Não há qualquer evidência científica da indução de lesões malignas cutâneas com o uso de luz pulsada ou mesmo de laser para depilação.
O DEPILADOR ELÉTRICO ENCRAVA OS PELOS.
MITO!
O uso correto do depilador elétrico não favorece o encravamento dos pelos. Para isso, deve-se prestar bastante atenção à direção do crescimento do pelo para que ele não seja fragmentado e sim arrancado na depilação.

O aparelho deve ser movimentado na direção contrária ao crescimento do pelo, acompanhando o pelo.


O DEPILADOR ELÉTRICO É UM MÉTODO SEMPRE DOLORIDO.
MITO!
O uso incorreto do produto é que pode causar maior desconforto. Mas, existem alguns procedimentos importantes que tornam o procedimento mais agradável, como a utilização do aparelho com os pelos curtos, ou logo após o banho.
NA DEPILAÇÃO COM A LÂMINA, OS PELOS PODEM ENGROSSAR.
MITO!
Muitas pessoas acreditam que, com esse método, os pelos engrossam. Isso não é verdade. O pelo tem uma estrutura que se assemelha a um cone, sendo mais delgado na extremidade.

Quando aparamos os pelo com uma lâmina ou com uma tesoura, cortamos a estrutura numa área de diâmetro maior do que da extremidade, daí a impressão que o pelo engrossa.
A DEPILAÇÃO COM CERA PODE CAUSAR FLACIDEZ E VARIZES.
MITO!
Algumas pessoas não toleram a dor causada pela avulsão dos pelos. No entanto, essa avulsão não causa flacidez da pele nem desencadeia o surgimento de varizes.

O que pode acontecer, em casos de peles mais sensíveis é o rompimento de alguns vasinhos, principalmente na face.

 

Muito interessante!
Qual método depilatório vocês utilizam?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: