Sobre novelas e vilões

Por Ruiz

Hoje será o final da novela, o final de mais uma história de ficção. Uma pessoa me perguntou se seria possível que existam pessoas tão maquiavélicas e más como os vilões da trama.


Sim, é claro que existem! Vocês repararam que as histórias quase sempre têm algo com o jogo de poder, uma família rica que é dona de uma empresa? E que sempre tem alguém que morre de inveja e faz de tudo para passar uma rasteira nos milionários?

Enfim, a vida é assim mesmo. Talvez a gente possa aprender alguma coisa com as novelas, inclusive aquilo que a gente não deve ser. Tantos exemplos ruins! Tanta futilidade! Mas, por outro lado, pode ser uma boa maneira de vermos que existem tantas pessoas diferentes de nós.


Fico feliz em ver que agora a TV agora se preocupa em trazer para a discussão temas tão importantes, como o relacionamento homoafetivo, os crimes de colarinho branco, as mulheres aproveitadoras, o preconceito e a intolerância.

E a gente vai aprendendo… cada vez que a gente vive um novo dia, vai acumulando conhecimentos, novas possibilidades… E há algo mais importante que isso? A vida está aí e quem escolhe como vai ser o nosso dia, somos nós mesmos! No final da novela, sempre vemos casamentos, festas, encontros e despedidas. Mas quase sempre fica uma sensação boa, de que no final tudo acaba bem!

Estou assistindo ao penúltimo capítulo enquanto escrevo esse post, imaginando o quanto a arte imita a vida. Ou seria o contrário?

Beijos,
Ruiz

3 thoughts on “Sobre novelas e vilões

  • agosto 22, 2011 em 1:18 pm
    Permalink

    Ah Ruiz
    concordo com a outra leitora
    ás vezes tenho dúvida se a vida imita a arte ou a arte imita a vida
    mas que sinto até medo de encontrar psicopatas como os das novelas,ah isso eu sinto rs
    bjs

    @juhdaring
    daringsgirls.blogspot.com

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: